Promotores suíços encerram caso de corrupção contra ex-rei da Espanha

Procuradoria-Geral de Genebra não conseguiu estabelecer uma ligação entre o valor recebido por Dom Juan Carlos por parte da Arábia Saudita e o contrato para construir uma ferrovia de alta velocidade naquele país

Promotores suíços anunciaram esta segunda-feira que encerraram um processo contra o ex-rei de Espanha, Juan Carlos, por suspeitar de ter recebido 100 milhões de dólares (cerca de 88 milhões de euros) para facilitar um contrato de ferrovia alta velocidade na Arábia Saudita concedido a um consórcio espanhol.

Numa nota, a Procuradoria-Geral de Genebra disse que a sua investigação "não permitiu estabelecer de forma suficiente uma ligação entre o valor recebido da Arábia Saudita e o contrato para construir a ferrovia de alta velocidade".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG