Áustria confina toda a população e vacina anticovid será obrigatória em fevereiro

Áustria torna-se o primeiro país da União Europeia a adotar uma medida tão drástica durante a mais recente vaga de covid-19

A Áustria vai impor, a partir de segunda-feira, o confinamento de toda a sua população e tornar a vacinação obrigatória a partir de 1 de fevereiro, anunciou esta sexta-feira o chanceler austríaco, Alexander Schallenberg.

A Áustria é o primeiro país da União Europeia a regressar ao confinamento da população face ao ressurgimento dos casos de covid-19. A medida será imposta poucos dias depois de o país ter decidido confinar as pessoas que não foram vacinadas e será reavaliada dentro de 10 dias.

A decisão sobre a vacinação obrigatória foi tomada depois de discussões com todos os governadores regionais.

"Apesar de vários meses de persuasão, não conseguimos convencer pessoas suficientes para serem vacinadas", disse Schallenberg, que culpou os que se recusaram a ser vacinados por um "ataque ao sistema de saúde".

Na Áustria, apenas 66% da população está totalmente vacinada, um pouco abaixo da média da União Europeia, que é 67%.

O confinamento significa que as pessoas têm de ficar em casa, com poucas exceções, como fazer compras essenciais e exercício físico.

Na quinta-feira, a Áustria registou um recorde de mais de 15 mil novos casos.

Outros países europeus também estão a endurecer as medidas, como é o caso da Hungria, vizinha da Áustria, que tornou o uso de máscaras em ambientes fechados novamente obrigatório a partir de sábado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG