O mundo brindou a 2020

De Paris a Nairobi, do Líbano a Xangai, o mundo festejou o novo ano com luzes e fogo-de-artíficio, com música, com alarido, ou apenas com preces. Coloridos e confiantes, aí ficam os festejos - e o que ficou, no rescaldo