Pedro Passos Coelho

Paulo Baldaia

O ano do Coelho

Tendo Pedro Passos Coelho aparecido em cerimónia de homenagem a um empresário com um discurso escrito em que nada se destacou da dita homenagem ao dito empresário, logo apareceram milhares de órfãos à direita suspirando pelo regresso de um líder que, testado na oposição, sofreu uma das derrotas mais pesadas do PSD, nas autárquicas de 2017, valendo pouco mais de metade dos votos do rival PS. Foi por isso que teve de ceder a liderança a Rui Rio, por mais que os passistas tudo tivessem feito por outro regresso, o de Santana Lopes.