Governo

Médicos e enfermeiros portugueses fizeram formação básica de cuidados intensivos para, em caso de necessidade

Cuidados Intensivos

700 médicos e enfermeiros portugueses fazem formação da UE

A Sociedade Europeia de Cuidados Intensivos está a dar formação básica de cuidados intensivos a médicos e enfermeiros de outras especialidades a pedido da própria União Europeia. O programa, que envolve os 27 Estados membros e o Reino Unido, começou no início de novembro e está agora a terminar. Em Portugal, aderiram 34 hospitais, com 359 médicos e 398 enfermeiros. Mas, ao todo, o programa conta com 2700 formadores e 11 747 formandos. O objetivo é aumentar o número de pessoas que possam apoiar as equipas de cuidados intensivos.