Estados Unidos

Pedro Tadeu

O PCP apagou a Coreia do Norte?

A discussão à volta do XXI Congresso do PCP tem três grandes matérias: a realização da iniciativa durante o estado de emergência, a eleição das pessoas que vão dirigir o partido e o texto da Resolução Política. Ao fim de um dia de trabalhos, constato que o primeiro assunto parece que só interessa a quem está fora do PCP. Para os comunistas é apenas um bom pretexto para reclamar independência nas ideias e na ação e apontar motivos de perseguição política.

Opinião

Os problemas não acabaram

Em poucos dias, parece que os problemas mais urgentes do mundo se resolveram. Vai haver vacina, não vai haver Trump, há de haver Brexit mas com amizade, houve acordo entre deputados e governos em Bruxelas e vai haver orçamento e plano de recuperação europeus, e até os mercados financeiros andam excitados. Tudo isso é potencialmente verdade, mas não se batam demasiadas palmas. Os problemas que havia antes da covid e os que a pandemia gerou não desapareceram. E vêm aí novos.

Entrevista a Tiago Moreira de Sá

Tiago Moreira de Sá: "Europa é quem tem razões para estar mais feliz com uma presidência Biden"

Em entrevista ao DN, Tiago Moreira de Sá, professor associado da Universidade Nova e investigador integrado do IPRI, garante que, a confirmar-se a vitória quase certa, o democrata tem a difícil tarefa de unir uma América tribalizada. Quanto a Trump, no pós-Casa Branca deverá continuar a influenciar o Partido Republicano.