Washington

Onésimo Teotónio Almeida

Eleições americanas: uma declaração pessoal de princípios éticos

Os Estados Unidos estão a viver um momento particularmente tenso e difícil da sua história. Dentro de dias teremos uma das mais determinantes eleições em dois séculos e meio de existência como nação independente. Nesta altura da campanha eleitoral, já praticamente todas as pessoas tomaram a sua decisão e cada qual votará segundo a sua consciência (aliás, muitos de nós até já votaram). Por isso, com esta minha crónica não espero convencer ninguém a alterar o seu ponto de vista. E, todavia, sinto-me impelido a vir fazer publicamente algo que nunca antes ousei na minha vida: uma declaração de voto.