Premium Aconteceu em 1974 - O fracasso da manifestação da "maioria silenciosa"

Em setembro de 1974, uma manifestação de apoio ao presidente Spínola foi travada pelo MFA e por forças de esquerda. Neste período agitado, Spínola acabaria por deixar a Presidência da República.

"Malogrou-se a tentativa reacionária contra o MFA e o governo provisório", foi a manchete a cinco colunas da edição do Diário de Notícias de 29 de setembro de 1974, em pleno período revolucionário. A tentativa referida foi a manifestação da maioria silenciosa, um protesto organizado por grupos de direita em apoio de António de Spínola, então Presidente da República. PSD e CDS não apoiaram este movimento.

Militares do MFA e partidos de esquerda, encabeçados pelo PCP, bloquearam os acessos a Lisboa na madrugada anterior, com barricadas em vários pontos. O clima estava próximo da guerra civil e no final do dia Otelo Saraiva de Carvalho, então comandante do COPCON, anunciava, citado na capa do DN: "O Movimento das Forças Armadas controla completamente a situação."

Ler mais

Mais Notícias