Aconteceu em 1976 - A vitória de Eanes nas primeiras eleições presidenciais

"Eanes reeleito por larga maioria" noticiava o DN a 28 de junho de 1976.

A 28 de junho de 1976 o DN noticiava os resultados das primeiras eleições presidenciais da democracia portuguesa, titulando "Eanes eleito por larga maioria".

Contabilizados os votos "às quatro horas da madrugada", Eanes contava 60,9%, contra 17,2% de Otelo Saraiva de Carvalho, 14,24% de Pinheiro de Azevedo e 7,83% de Octávio Pato.

Uma eleição que pôs termos a "50 anos de presidentes nomeados ou cooptados", assinalava o DN, considerando que com a eleição do chefe de Estado terminava também a "longa e penosa caminhada para a instauração formal da democracia política no nosso país".

Além de uma fotografia do general Ramalho Eanes, acompanhado pela mulher, Manuela Eanes, a primeira página trazia ainda uma citação de Mário Soares: "Abrem-se de novo as portas da esperança ao povo português".

Os resultados finais, anunciados ao final da tarde de 28 de junho não ficariam muito longe dos resultados preliminares das quatro da amanhã: Ramalho Eanes teve 61,59% dos votos, Otelo Saraiva de Carvalho 16,46%, Pinheiro de Azevedo 14,37% e Octávio Pato 7,59%.

Figura-chave do 25 de Novembro, Ramalho Eanes candidatou-se às eleições como independente, com o apoio do PS, PSD e CDS.

Mais Notícias