"Eles têm pistolas, nós temos telemóveis. Mas devemos ver o filme todo"
Exclusivo

Sam the Kid

"Eles têm pistolas, nós temos telemóveis. Mas devemos ver o filme todo"

Vai reeditar a discografia e promete um concerto com todos os músicos com quem fez o seu último disco Mechelas. Aos 39 anos, Sam the Kid há muito que se tornou uma das grandes figuras do hip hop nacional.

A solo, nas diversas parcerias em que participa ou com os seus Orelha Negra, Samuel Mira veste com orgulho duas camisolas, a do hip hop e a de Chelas, bairro onde nasceu há 39 anos.

Dos primeiros anos Sam the Kid combateu a timidez, habituou-se a que aspirantes a rappers lhe fossem bater à porta e aos pedidos de ajuda para discos alheios. Entre a produção e as rimas, diz que são sempre os seus projetos a solo que ficam para trás, mas garante que tem o segundo disco instrumental quase pronto e que um dia lançará o sucessor de Pratica(mente), o seu disco de maior sucesso, que planeia reeditar em vinil, mas sem excessos. "Não gosto que me cobrem mais por serem edições raras, com extras, e não vou fazer isso. Quero é que as pessoas tenham acesso à minha música", diz.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG