Exclusivo Aconteceu em 1940 - Londres bombardeada e Portugal sem comida

As notícias da guerra dominavam esta primeira página, a 118 de setembro de 1940 - fosse pelas consequências diretas dos bombardeamentos fosse pelas indiretas, como acontecia no caso português.

As notícias repartiam-se entre o lado alemão e o dos Aliados, com relatos do que acontecia de Inglaterra ao Egito, de França aos EUA. Se "sob as tempestades de areia do deserto egípcio" se travavam "violentos combates", com a "penetração italiana a atingir os 80 quilómetros", de França chegavam notícias de que "o chapéu de Napoleão e outras relíquias históricas abandonadas numa estrada" haviam sido salvas por um oficial alemão.

Em Washington, Roosevelt acabara de assinar a lei do serviço militar que faria "a chamada de 75 mil homens nas quatro semanas imediatas, seguindo-se outros contingentes de forma que no fim do ano estarão nas fileiras 400 mil recrutas e na primavera do próximo ano 900 mil", contava o DN, avançando que desse contingente fariam já parte "36 mil negros", passando a ser também admitidos na aviação.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG