Premium Judith Collins: uma "trituradora" para tentar derrotar Jacinda Ardern

A dois meses das legislativas, o Partido Nacional da Nova Zelândia tem uma nova líder. Irá a tempo de fazer mossa à mais popular primeira-ministra do país no último século?

Em 2009, quando era ministra da Polícia, Judith Collins defendeu a aprovação de uma lei que permite às autoridades destruir os carros usados em corridas ilegais. O resultado: recebeu a alcunha de "crusher", isto é, "trituradora" ou "esmagadora", de que não gosta mas que mais de uma década depois ainda se mantém.

Agora, a nova líder do Partido Nacional da Nova Zelândia, de 61 anos, tem pela frente o desafio de triturar a popularidade da primeira-ministra Jacinda Ardern, de 39, a pouco mais de dois meses das legislativas onde são os trabalhistas quem promete esmagar a oposição. As eleições estão marcadas para 19 de setembro.

Ler mais

Mais Notícias