Premium Ex-espião condenado queixa-se ao Parlamento

Frederico Carvalhão Gil apresentou uma petição à Assembleia da República. Pede "reparação" pela "grosseira violação de direitos" de que se diz alvo.

Frederico Carvalhão Gil, o ex-espião do SIS (Serviço de Informações de Segurança) que foi condenado a sete anos de prisão por espionagem e corrupção passiva, entregou uma petição na Assembleia da República a queixar-se do Conselho de Fiscalização do Sistema de Informações da República Portuguesa (CFSIRP).

No texto enviado ao Parlamento, em que pede "reparação" - sem precisar em que termos - pela "grosseira violação de direitos" de que se diz alvo, Carvalhão Gil contesta que o relatório do CFSIRP relativo ao ano de 2017 faça referência a "factos públicos" que obrigaram as secretas a rever as medidas internas de segurança. Para o ex-espião, que foi condenado há cerca de um ano por vender informação secreta à Rússia - e cumpre agora a pena em prisão domiciliária -, esta expressão é uma óbvia referência ao seu caso.

Ler mais

Mais Notícias