Premium Médicos lançam alerta contra cigarros eletrónicos

Estudo publicado recentemente na revista Acta Médica Portuguesa indica que os cigarros eletrónicos ainda não foram alvo de atenção suficiente por parte dos investigadores. No entanto, já são conhecidos vários malefícios associados a estes cigarros, que levantam ainda mais preocupação nos casos em que têm sabores.

Os cigarros eletrónicos assumiram-se como alternativa ao tabaco tradicional, sob o argumento de que a composição não seria tão prejudicial à saúde. No entanto, "não temos informação suficiente para indicar se é melhor ou se é pior", segundo José Pedro Boléo-Tomé, pneumologista no Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca e um dos autores do estudo sobre cigarros eletrónicos, publicado recentemente na revista Acta Médica Portuguesa.

A informação já disponível aponta para efeitos nocivos, que poderão ser superiores no caso dos cigarros eletrónicos (dispositivos, líquidos, cápsulas de enchimento e cartuchos) com sabores, alertam os especialistas, depois de conhecida a possibilidade de este tipo de tabaco ser um ponto comum entre mais de quatro centenas de pessoas hospitalizadas nos Estados Unidos com uma doença respiratória grave.

Ler mais

Mais Notícias