Premium Falhas na GNR e na PSP e o misterioso desaparecimento de uma auditoria incómoda

Há mais de um ano que a Inspeção das Polícias entregou a Eduardo Cabrita o relatório de uma auditoria que detetou falhas na ação e organização da GNR e da PSP. O ministro vem agora dizer que não existe.

Nunca antes se tinha feito um estudo tão exaustivo quanto esta "Cartografia de Risco" - assim designada pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) a auditoria à ação e organização da GNR e à PSP. Sob orientação da anterior inspetora-geral, Margarida Blasco, atual juíza conselheira do Supremo Tribunal de Justiça foram analisadas queixas, auditorias, fiscalizações, processos e relatórios de inspeções às instalações e funcionamento destas forças de segurança durante quatro anos (2015 a 2018).

Conforme o DN noticiou, este organismo que fiscaliza as forças e serviços de segurança na dependência do ministério da Administração Interna (MAI) entregou ao ministro Eduardo Cabrita a mais completa 'radiografia' algumas vez feita sobre o 'estado da arte' na GNR e na PSP: falhas na formação em direitos humanos, falta de preparação dos polícias para os diferentes contextos sociais em que atuam, uma distribuição desadequada do dispositivo e défice de efetivo.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG