Premium Atalanta, a máquina de golos que é símbolo de uma cidade devastada pela covid-19

A equipa treinada por Gasperini bateu recordes na Série A italiana e é considerada um milagre por ser suportada pelos cerca de 120 mil habitantes de Bérgamo. Isso não a impediu de chegar aos quartos-de-final da Champions. Nesta quarta-feira na Luz, frente ao milionário PSG, vai tentar voltar a surpreender a Europa.

Atalanta é sinónimo de bom futebol e de golos. Estas são as duas características que têm levado a equipa italiana a deixar a Europa do futebol de boca aberta na Liga dos Campeões, competição da qual é a grande surpresa, afinal encontra-se nos quartos-de-final naquela que é a primeira participação do clube de Bérgamo, fundado há quase 113 anos.

Nesta quarta-feira (12 de agosto a partir das 20.00) a Atalanta dá o pontapé de saída na inédita final a oito da Champions. No Estádio da Luz vai enfrentar o milionário Paris Saint-Germain de Neymar, Mbappé, Di María, Mauro Icardi e companhia, algo que não deve tirar o sono à formação orientada pelo experiente Gian Piero Gasperini, que aos 62 anos vive o ponto alto de uma carreira muitas vezes incompreendida.

Ler mais

Mais Notícias