Menores migrantes detidos na Europa contra regras internacionais
Premium

migrantes

Menores migrantes detidos na Europa contra regras internacionais

Há 260 "campos de detenção" na UE que privam menores migrantes da liberdade que a lei garante intocável. De Lisboa a Lesbos, reportagem com o Investigate Europe a mostrar como a política europeia não é assim tão diferente das medidas de Trump.

Reza está preso há exatamente um ano e oito dias. Tem 17 anos, o último dos quais passado num campo de refugiados na Hungria, perto da fronteira com a Sérvia. Há dois destes campos, no sul da Hungria, um em Tompa e outro em Röszke. São prisões, cercadas por grades de metal altas, mas têm outro nome - "zonas de trânsito", porque não são completamente fechadas. A saída, para a Sérvia, está aberta. A entrada na Hungria, e na União Europeia, é que não.

Reza é um jovem iraniano. Chegou com um primo, a mulher e os filhos, mas rapidamente passou à condição de "menor não acompanhado" porque as autoridades de Budapeste se recusaram a conceder-lhe qualquer estatuto de proteção, e não lhe permitiram sair do campo. À família deram, por isso os primos entraram na Hungria, Reza ficou no limbo.

Ler mais

Mais Notícias