Exclusivo Juízes. CDS tem a chave na mão para aprovar fim dos tetos salariais

A possibilidade de um magistrado judicial ganhar mais do que o primeiro-ministro divide a geringonça. PS (proponente) e PCP estão a favor; mas o BE está contra (e o PSD também). O CDS ainda não decidiu.

"É uma solução casuística. Deveria ser estudada no âmbito mais vasto das carreiras especiais [diplomatas e militares, por exemplo], como uma solução de fundo. Mas vamos avaliar a proposta para depois tomarmos uma decisão final."

Com esta frase, dita ao DN, Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS, deixa em aberto a posição do seu partido face à proposta do PS que acaba com o teto salarial imposto aos magistrados judiciais em 1990 - e que determina que nenhum juiz pode ter um vencimento superior ao do primeiro-ministro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG