Exclusivo Aconteceu em 2011 - As últimas horas de Bin Laden

A arte de André Carrilho resumiu na manchete o que fez e como acabou o terrorista mais procurado do mundo.

Portugal estava a viver os longos dias da crise financeira e económica, pelo que a capa do dia 3 de maio de 2011 recebeu uma dupla manchete: de um lado o FMI e a Comissão Europeia a advogarem despedimentos mais baratos e mais fáceis, do outro, separado pela ilustração de André Carrilho, a chamada sobre a liquidação de Osama bin Laden: "11 horas para capturar, matar e atirar ao mar Ben Laden."

À época, o DN seguia a transliteração à francesa do líder da Al-Qaeda, Ussama ben Laden.

Mais Notícias