Premium O império Disney: o Rato Mickey, o Homem-Aranha e Baby Yoda vão juntos à conquista do mundo

Bob Iger pegou numa Disney decadente e tornou-a um gigante do entretenimento. Ao fim de 15 anos como CEO, entrega a Bob Chapek um império que se estende das salas de cinema aos parques temáticos, sem rivais à altura.

O anúncio, surpreendente, foi feito na terça-feira: Bob Iger, que foi CEO da Disney nos últimos 15 anos, deixou o cargo e foi substituído por Bob Chapek, um veterano com 27 anos de experiência na casa e que era até aqui o responsável por parques, experiências e produtos da Disney. Num momento em que a empresa está numa posição claramente vantajosa no mercado do audiovisual e entretenimento, esta era aquela notícia que ninguém estava à espera. Iger, de 69 anos, sai por vontade própria e mantém-se na empresa até terminar o contrato com a Disney, no final de 2021, com o cargo de chairman executivo.

"Com o bem-sucedido lançamento serviço direto ao consumidor (o Disney+) e com a integração da Twenty-First Century Fox, acredito que este é um ótimo momento para fazer a transição para um novo CEO. Tenho a maior confiança no Bob e estou ansioso por trabalhar com ele nos próximos 22 meses. E, enquanto assume a nova função e aprofunda os diversos negócios e operações globais da Disney, eu irei dedicar-me aos empreendimentos criativos da companhia", disse Robert Iger, em comunicado.

Ler mais

Mais Notícias