Vista Alegre. Entre o trabalho manual e a indústria 4.0

A procura dos mercados internacionais obriga as fábricas à modernização mas sem perder o cunho tradicional. A reportagem do Dinheiro Vivo

Quando Rafael Bordallo Pinheiro encheu de cerâmica das Caldas da Rainha o pavilhão português na Exposição Internacional de Paris, em 1889, estava a dar o primeiro passo na internacionalização de uma marca.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG