"Trump sabe que será preso se não tiver uma 'carta livre da prisão'", diz ex-assessor do presidente

Antigo assessor de Trump falou na Web Summit e disse que Trump quer garantir um acordo "a garantir que não haverá processos judiciais contra ele no futuro".

Anthony Scaramucci, o energético ex-assessor de imprensa de Trump na Casa Branca, não poupou nas palavras no canal principal da Web Summit a falar de Trump. O fundador da empresa SkyBridge Capital garante que Donald Trump "vai continuar a criar caos até conseguir um acordo a garantir que não haverá processos judiciais contra ele no futuro, o que é bem melhor do que um perdão".

O republicano diz mesmo que se tivesse de aconselhar Trump, pediria-lhe que "ligasse diretamente a Biden e dissesse de uma vez o que quer": "Trump sabe que vai para a prisão se não tiver carta livre da prisão".

Scaramucci diz ainda "com telefone não sem ele, Trump nunca vai conceder e dar os parabéns a Biden": "não faz parte da personalidade dele conseguir fazer isso".

Apesar da divisão no país, o ex-assessor da Casa Branca diz que Biden pode triunfar "se conseguir mostrar que o sistema - através de políticas concretas - também pode ajudar muitas pessoas que estão zangadas, até porque a raiva não dura para sempre".

Certo é que para Scaramucci "Trump está morto politicamente a partir de 21 de janeiro, quando perder o poder". "Foi humilhado", diz, admitindo que a derrota de Trump foi devido à forma como geriu a pandemia e como ignorou a ciência.

Já Joe Pounder, da campanha de Trump e CEO do Bullpen Strategy Group, garante que Trump vai querer continuar a mostrar "que é um lutador e está já a projetar os próximos anos, sempre a pensar como se manter em alta junto das pessoas que vêem a Fox News".

Sheila Nix, ligada à campanha de Biden e presidente da Tusk Philanthropies, garante que o que Trump tem feito ao não conceder a eleição "é perigoso". "Biden tem competência para lidar com dificuldades e há muitas nesta altura, felizmente já começou a reunir com especialistas e formar a equipa", indica.

A responsável admite que Biden será importante para unir o país e espera mesmo que os republicanos possam ajudar Biden e os democratas em algumas medidas, especialmente depois da saída de Trump.

Scaramucci deixou no final uma provocação a Pounder: "Não te juntes demasiado a este lunático, Joe, fizeste um bom trabalho mas queres ter um futuro, por isso cuidado".

Mais Notícias