Santander avança com processo de despedimento de 350 trabalhadores

O banco está a implementar um plano de reestruturação que abrange a saída de 685 trabalhadores. Destes, cerca de 350 trabalhadores recusaram as propostas apresentadas pelo Santander para deixarem o banco.

O Santander comunicou esta sexta-feira aos trabalhadores em Portugal que vai avançar com o processo de despedimento de cerca de 350 colaboradores que recusaram as propostas de saída que foram apresentadas pelo banco.

"Terminou ontem, ao final do dia, o prazo previsto no Plano de Reestruturação do Banco para a apresentação de respostas por parte dos colaboradores abrangidos", refere o banco num comunicado interno a que o DV teve acesso.

"De acordo com o apuramento feito até esta data, existem cerca de 350 colaboradores [de entre o número de 685 colaboradores inicialmente previstos incluir no Plano de Reestruturação] que não aceitaram a proposta formulada pelo banco", adianta.

O Santander acrescenta que "foi já hoje solicitado, nos termos legais, o parecer à Comissão Nacional de Trabalhadores que antecede a aplicação de medidas unilaterais de diminuição do número de trabalhadores do banco

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG