Promessa de juros mínimos até ao verão de 2019 ajuda taxas da dívida

Mario Draghi comprometeu-se a manter as taxas de juros em mínimos históricos até, pelo menos, ao verão do próximo ano.

O BCE indicou que o programa de compras de ativos termina no final do ano. Esse cenário era já esperado pelos mercados. E apesar do fim do programa sinalizar um banco central menos interventivo, a promessa feita por Mario Draghi de que as taxas de referência vão continuar em mínimos históricos ajudaram a baixar os juros da dívida e o euro.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG