Preço da energia para carregar veículos fora de casa baixa 5%

O novo tarifário da EDP Comercial entra hoje em vigor. A empresa acaba de ganhar a concessão de três lotes de pontos de carregamento

A EDP Comercial anunciou esta semana que vai diminuir em 5% o preço da energia do cartão Mobilidade Elétrica EDP utilizado para carregamentos dos veículos fora de casa. A medida será aplicada a partir de hoje e, segundo a empresa, está integrada na estratégia para promover a mobilidade sustentável.

A decisão surge depois de, no início do mês, terem passado a cobrar-se todos os carregamentos nos pontos da rede MOBI.E. E e coincide ainda com os resultados do mais recente concurso de concessão que vai permitir à EDP passar a operar 382 pontos de carregamento normal da rede pública. A energia do tarifário de Mobilidade Elétrica passará, com esta redução, a ser de 0,2000 euros/kWh. Para os clientes da EDP Comercial, há ainda um desconto de 20%, passando o valor a ser de 0,1600 euros/kWh.

O corte anunciado nos preços será aplicado a todos os clientes particulares com cartão Mobilidade Elétrica EDP e também a contratos empresariais celebrados a partir de 15 de julho com a empresa. O novo tarifário, contudo, implicará que os condutores tenham de solicitar um novo cartão, uma vez que os até agora emitidos MOBI.E deixarão de poder ser utilizados. Mas a empresa assegura que o procedimento não acarreta custos.

Segundo a EDP, esta redução de preços surge em sintonia com outras soluções e produtos lançados para facilitar a mobilidade sem emissões de carbono. É o caso, por exemplo, da app EV.X, que já foi descarregada por mais de 24 500 utilizadores. A aplicação permite simular as poupanças financeiras e ambientais de cada condutor, no caso de aderir à mobilidade elétrica. A distribuidora de energia destaca ainda o desenvolvimento de opções de carregamento para residências e empresas, que têm "reforçado o empenho e investimento na rede pública", sublinha fonte da empresa.

"Prova disso mesmo é o mais recente concurso de concessão da rede MOBI.E cujos resultados foram conhecidos na última semana", diz a mesma fonte, revelando que a elétrica venceu três lotes - o máximo atribuível a um concorrente. Com esta decisão, a EDP vai passar a operar 382 pontos de carregamento normal da rede pública, distribuídos por 90 municípios.

Mais Notícias