Mercadona anuncia Espinho. É a 5ª localização conhecida para 2021. Tem 300 vagas

Em média cada loja tem cerca de 60 colaboradores. Com este novo anúncio eleva-se para 300 o número de vagas disponíveis.

Espinho é a nova localização anunciada pela Mercadona dos entre "8 a 10 supermercados" que a cadeia espanhola planeia abrir no próximo ano. A empresa já está a recrutar para estas novas localizações. Há 300 vagas disponíveis para várias funções.

A cidade junta-se a Porto, Guimarães, Santa Maria da Feira e Vila Nova de Famalicão, as outras quatro cidades onde a cadeia espanhola planeia abrir lojas no próximo ano. Em 2021 estão previstas entre "8 a 10 supermercados", adianta fonte oficial ao Dinheiro Vivo, o que, a confirmar-se continua o ritmo de abertura de espaços da Mercadona no país, desde julho do ano passado: 10 por ano.

Ainda em 2020 a cadeia conta abrir os três que faltam - Águeda, no próximo dia 16 de novembro, Porto - Campanhã e Viana do Castelo - para completar o lote de 10 previstos para este ano.

Para os supermercados que conta abrir em 2021 a companhia está já a proceder recrutamento para várias funções, podendo os interessados fazer as suas candidaturas online. Em média cada loja Mercadona tem cerca de 60 colaboradores. Com este novo anúncio eleva-se para 300 o número de vagas disponíveis. Saiba como aqui.

Atualmente, a companhia tem cerca de 900 colaboradores em Portugal, trabalha com mais de 300 fornecedores portugueses, aos quais a empresa adquiriu os mais diversos produtos, num valor equivalente a 217 milhões de euros, apenas em 2019. Deste valor, 126 milhões de euros correspondem a fornecedores comerciais.

Nos primeiros seis meses de operação, com 10 lojas, a Mercadona obteve uma faturação total superior a 32 milhões de euros, tendo pago 11 milhões de euros em impostos através da sua sociedade portuguesa, Irmãdona Supermercados S.A. Desde 2016, ano em que anunciou entrada no país, a cadeia investiu até ao final do ano passado mais de 220 milhões.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG