IATA: Proibição eletrónica nos aviões "não é eficaz"

Estados Unidos da América e Reino Unido baniram os computadores da bagagem de cabine, mas a medida não é sustentável, alerta associação internacional

A proibição de transporte de dispositivos eletrónicos em aviões imposta pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido a viagens para países árabes e Turquia "é inaceitável a longo prazo", afirmou o diretor-geral da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Alexandre de Juniac considera que a medida cria "distorções comerciais severas" e admite que é preciso refletir sobre esta tomada de decisão.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG