Governo propõe aumentos de 0,9% na função pública

Na última segunda-feira, governo dizia não haver condições macroeconómicas para uma atualização transversal nos salários.​​​​​

O governo propôs esta quinta-feira aos sindicatos da função pública uma atualização salarial de 0,9% em 2022, em linha com a inflação prevista para este ano.

A informação foi hoje transmitida à Frente Comum, após numa primeira reunião negocial, na segunda-feira, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão ter indicado que as condições macroeconómicas não permitiram uma atualização geral de salários no próximo ano. Contudo, o governo gostaria de poder cumprir a promessa de aumento de 1% que estava prevista para 2021 e não se concretizou, referiu a ministra.

"A proposta que o governo nos apresentou hoje foi de 0,9% de aumento. Entendemos isto como uma manutenção da política que se tem verificado e uma afronta aos trabalhadores", indicou o coordenador da Frente Comum, Sebastião Santana, à saída da segunda reunião negocial com o governo na antecâmara para a apresentação da proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano.

Leia as atualizações a esta notícia no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG