Governo pediu à CGD para tomar as medidas adequadas após auditoria da EY

Após a auditoria da EY aos atos de gestão na CGD, o governo pede ao banco que apure responsabilidades e tome as medidas adequadas.

O governo pede ao banco liderado por Paulo Macedo que apure responsabilidades e que tome as medidas adequadas após terem sido divulgadas as conclusões da auditoria da EY aos atos de gestão na Caixa Geral de Depósitos entre 2000 e 2015.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG