Despesa da Segurança Social com medidas covid ascendeu a 1,9 mil milhões de euros

A despesa com subsídios de desemprego subiu 27,5% face a 2019. Apesar do ano marcado pela pandemia e por apoios excecionais aos trabalhadores, a Segurança Social fechou com um excedente superior a dois mil milhões de euros.

As medidas excecionais implementadas pela Segurança Social para aliviar o impacto da pandemia representaram "um acréscimo de despesa de 1 897,4 milhões de euros", indicou o gabinete da ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Neste bolo de apoios covid-19 contam-se medidas como o lay-off simplificado, o incentivo à normalização da atividade ou o apoio aos trabalhadores independentes.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG