Costa manda analisar processos de precários que foram recusados

O primeiro ministro quer uma análise detalhada à resposta das Comissões de Avaliação Bipartidas dos requerimentos dos trabalhadores precários.

O primeiro-ministro quer que os Ministérios das Finanças e do Trabalho e Segurança Social passem a pente fino as decisões das Comissões de Avaliação Bipartida (CAB) em que foi recusada a admissão nos quadros da Estado de trabalhadores precários. E quer que as respostas cheguem até ao final desta semana.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outras Notícias GMG