Antigos distribuidores da Central de Cervejas pedem intervenção de Costa

Ex-distribuidores questionam a estratégia de distribuição própria da dona da Sagres. Novadis acumula prejuízos desde o arranque

Três pequenos distribuidores independentes do sul e Alentejo que viram cessar unilateralmente o contrato que os unia há décadas à Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC), vendo com isso desaparecer até 90% do seu volume de negócio, pediram a intervenção de António Costa. Os empresários, que já avançaram com processos contra a dona da Sagres, entregaram nesta semana uma carta ao gabinete do primeiro-ministro e questionam o porquê da estratégia da cervejeira de acabar com os contratos com os distribuidores independentes para avançar com distribuição própria, através da Novadis, quando esse é um negócio que tem vindo a acumular prejuízos desde o arranque: cerca de 40 milhões de resultados negativos em quatro anos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG