Exclusivo A nova "praça nova" de Braga. "Não há produtos mais frescos a estes preços"

Cerca de um mês depois de ter aberto, o renovado mercado municipal quer manter os fregueses e conquistar famílias mais novas às grandes superfícies. Com conforto, diversidade e aposta em eventos que promovam a gastronomia e os bons hábitos alimentares.

A praça, como em Braga é popularmente designado o mercado municipal, ganha uma nova vida, mais uma numa longa relação de séculos com a cidade dos dois mil anos. Por oposição com a "praça velha", que funcionou na Praça do Município até 1956, quando foi inaugurada a "praça nova" na atual localização e renovada de raiz. Um projeto que foi interrompido várias vezes por impugnações em tribunal, derrapagem nas obras e a tristemente célebre covid-19. Desde 2014 que se falava no mercado, mas só a 5 de dezembro foi inaugurado. Um mês depois, ainda há muito por fazer, mas o deslumbramento inicial mantém-se.

"Pergunto a vários clientes se gostam e todos dizem que gostam muito. Está muito bonito", conta Teresa Macedo, proprietária de duas bancas de peixe no Mercado Municipal de Braga. E explica: "Era muito frio, as pessoas iam às compras e molhavam-se."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG