Só um golo em oito jornadas. V. Setúbal já é recordista dos últimos 30 anos

O Vitória de Setúbal, que tem apenas um golo marcado nas primeiras oito jornadas da I Liga, regista o pior ataque da competição nos últimos 31 anos, tendo igualado o recorde negativo do Académico de Viseu.

É preciso viajar no tempo até à temporada 1988/89 para encontrar a última equipa que fez apenas um golo nas primeiras oito rondas do campeonato nacional, na altura com o Académico de Viseu a viver uma época bem conturbada, que acabou com a descida de divisão, naquela que foi a sua última presença no primeiro escalão.

Apesar de estar no 11.º lugar da I Liga, três pontos acima da zona de despromoção, o Vitória de Setúbal vive uma verdadeira crise de golos, com o marroquino Khalid Hachadi a protagonizar o único tento do sadinos no campeonato, na quinta jornada, no triunfo por 1-0 sobre o Sporting de Braga, no Bonfim.

Ao todo, o Vitória de Setúbal já regista cinco nulos, o último perante o Marítimo, que levou ao despedimento do técnico Sandro Mendes, e duas derrotas, uma delas por 4-0 frente ao FC Porto, no Dragão, e a outra com o Benfica, por 1-0, na Luz.

Há três décadas que nenhuma equipa imitava a falta de pontaria do Académico de Viseu, que viria a terminar a temporada 1988/99 no 20.º e último lugar, com apenas 19 pontos e 20 golos marcados.

Na altura, até à oitava ronda, o defesa José Leal, que viria a representar o Sporting e a seleção nacional, tinha sido o único marcador dos viseenses, no empate caseiro 1-1 frente ao Belenenses.

Depois, na ronda seguinte, na nona, o Académico de Viseu voltou a marcar, por Abel, no triunfo por 1-0 na visita ao Sporting de Braga.

Nessa equipa, que teve quatro treinadores em toda a temporada, jogava ainda o defesa Nogueira, que também chegou a representar as cores da seleção portuguesa, depois de dar nas vistas no Boavista.

Mais Notícias