Tottenham empata com Chelsea e volta a igualar Liverpool no topo

Equipa treinada pelo português José Mourinho recuperou este domingo a liderança da Liga inglesa, em igualdade pontual com o Liverpool, ao empatar 0-0 na visita ao Chelsea, no dérbi londrino da 10.ª jornada.

Depois de na véspera os 'reds' terem cedido uma igualdade 1-1 no terreno do Brighton, os 'spurs' tinham a possibilidade de se isolar no primeiro lugar, caso vencessem em Stamford Bridge, só que o 'nulo' deixou tudo igual no topo.

Numa partida com poucas oportunidades de parte a parte, os 'blues' tiveram um golo anulado a Timo Werner no primeiro tempo e viram o guarda-redes Hugo Lloris opor-se, de forma decisiva, a um remate de Mason Mount na fase final do encontro.

De resto, foi precisamente em tempo de compensação que o Tottenham poderia ter chegado à vitória, não fosse a indecisão de Giovani Lo Celso em frente à baliza e que fez 'diluir' qualquer hipótese de sucesso, pouco depois de, também após oferta da defesa contrária, o francês Olivier Giroud falhar um 'chapéu' a Lloris.

O Tottenham mantém-se, assim, no primeiro posto, com 21 pontos, os mesmos do Liverpool, embora com vantagem na diferença de golos (21-9 contra 22-17), enquanto o Chelsea é terceiro, com menos dois pontos do que a dupla da frente.

Antes do dérbi londrino, o Manchester United operou a reviravolta em Southampton, vencendo por 3-2, depois de o polaco Jan Bednarek, aos 23 minutos, e de James Ward-Prowse, aos 33, terem adiantado os 'saints'.

A entrada de Edinson Cavani ao intervalo revelar-se-ia decisiva para o United, já que, à passagem da hora de jogo, o avançado cruzou para o português Bruno Fernandes reduzir o marcador e anotar o sétimo tento na prova, aos 60 minutos, com a mesma dupla a voltar a entender-se aos 74, quando o médio luso rematou e o uruguaio, pleno de oportunismo, desviou a bola e empatou o encontro.

Quando parecia que a partida se ficaria por uma igualdade, o experiente ponta-de-lança, de 33 anos, voltou a mostrar que a 'reforma' pode esperar e consumou a reviravolta dos 'red devils', aos 90+2 minutos, correspondendo, de cabeça, a um cruzamento da esquerda de Marcus Rashford.

A formação comandada por Ole Gunnar Solskjaer, que tem menos um jogo, somou a terceira vitória seguida na 'Premier League' e subiu ao sétimo lugar, com 16 pontos, logo abaixo do Southampton, que é quinto, com 17, e que não perdia desde a segunda jornada.

Mais Notícias