Tiago Mendes treina o V. Guimarães e quer "emoção" e "intensidade"

O antigo internacional português, de 39 anos, inicia a sua experiência como treinador com "exigência máxima".

Tiago Mendes foi esta segunda-feira apresentado como treinador do V. Guimarães, naquela que é a sua primeira experiência no cargo e prometeu que a sua equipa vai jogar com "intensidade" e "emoção" na época 2020/21, tentando vencer cada jogo que disputa.

Aos 39 anos, o antigo médio internacional português admitiu ter pela frente um "grande desafio", com "exigência máxima", e prometeu incutir aos vimaranenses várias das "características" dos técnicos com quem conviveu na carreira de jogador, entre 2000 e 2017, incluindo Diego Simeone, que o orientou no Atlético de Madrid entre 2012 e 2017.

"Vai ser um Vitória à Vitória. Este público quer emoção, quer intensidade. Vamos ter isso. Tenho características de muitos treinadores com quem convivi. Não vou mentir se disser que a intensidade com que as equipas do Simeone jogam é uma das características que vou querer ter", disse, na cerimónia de apresentação, realizada no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Técnico adjunto do Atlético de Madrid, em 2017/18, e treinador da seleção portuguesa sub-15, em 2019, o treinador natural de Viana do Castelo realçou ainda que o Vitória a seu cargo vai entrar em campo para vencer todos os jogos que disputa, querendo "ter bola" e "controlar os vários momentos do jogo".

"A dimensão do Vitória obriga-nos a muito mais do que chegar à Europa. Mais do que a obrigação de chegarmos à Europa, o nosso objetivo é ganhar a cada jogo. Esse é o foco. De certeza que os adeptos identificar-se-ão muito com a nossa equipa", frisou.

Ansioso por começar o trabalho no campo, Tiago Mendes prometeu que tanto a equipa técnica como os jogadores vão encarar a temporada com "dedicação extrema" e realçou que o seu "pensamento" está já concentrado na primeira jornada da edição 2020/21 da I Liga, agendada para 20 de setembro.

O substituto de Ivo Vieira no leme vitoriano referiu ainda que as últimas semanas têm sido "complicadas", já que está a "acabar o curso de treinador" (nível IV), enquanto prepara a "nova temporada", e admitiu que orientar um plantel com várias mudanças e reforços jovens - nenhum dos já confirmados tem mais do que 23 anos - é uma "grande responsabilidade".

"Temos de integrar os jovens jogadores que chegaram para formarmos uma equipa, um verdadeiro grupo", afirmou.

A apresentação de Tiago Mendes decorreu diante dos 29 jogadores que compareceram hoje aos exames médicos, da equipa técnica que o auxilia - à exceção do treinador de guarda-redes, Ricardo Leite, ausente - e do presidente Miguel Pinto Lisboa.

O dirigente afirmou, na cerimónia, que Tiago Mendes foi "sempre a escolha" da SAD vitoriana, devido ao "seu caráter", à "sua personalidade", à "sua vontade de vencer", à sua "exigência" e ao "facto de ter trabalhado nos melhores campeonatos e com os melhores treinadores" - o novo técnico vitoriano jogou, por exemplo, sob a orientação de José Mourinho, no Chelsea, de Gerard Houllier, no Lyon, e de Cláudio Ranieri, na Juventus.

"É uma aposta firme e convicta do Vitória Sport Clube. É um homem que vem da elite do futebol português e mundial. Reconhecemos no seu percurso características que casam na perfeição com a identidade do Vitória. O Tiago é um conquistador", disse.

Miguel Pinto Lisboa realçou ainda que o clube vimaranense precisa de "uma nova mentalidade" e de "um novo paradigma", tendo-se mostrado confiante numa "excelente época", caso exista união entre "jogadores, equipa técnica, estrutura e adeptos".

Mais Notícias