Suspensão de 67 dias a Luís Filipe Vieira confirmada pelo tribunal

Em causa declarações do presidente do Benfica, em 2017, quando comparou Bruno de Carvalho a Vale e Azevedo

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) confirmou esta terça-feira a suspensão de 67 dias a Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, na sequência de declarações após o dérbi de Alvalade em abril de 2017, em que o líder dos encarnados comparou Bruno de Carvalho, o então presidente do Sporting, a Vale e Azevedo.

O TAD analisou o recurso interposto pelo Benfica da decisão proferida pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, razão pela qual Vieira terá de cumprir a suspensão e pagar uma multa de 3900 euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG