Sp. Braga vence Marítimo e reforça terceiro lugar

Equipa minhota chegou ao triunfo aos 90'+8' (2-1).

Um cabeceamento certeiro de Paulinho aos 90+8 minutos deu este domingo a vitória ao Sp. Braga no terreno do Marítimo, por 2-1, em partida da 23.ª jornada I Liga. O nono golo na prova do avançado fechou o nono jogo seguido dos arsenalistas sem perder no campeonato e o 15.º nas competições internas, reforçando o terceiro lugar, agora com 43 pontos, mais quatro do que o Sporting, que só joga na terça-feira, com o Famalicão.

Os minhotos apresentaram uma mudança no onze face à eliminação nos 16 avos de final da Liga Europa, entrando João Novais por troca com Palhinha, e precisaram apenas de cinco minutos para inaugurarem o marcador. Uma jogada realizada no flanco direito, com combinação entre Esgaio e Trincão, que culminou com o quinto golo do jovem avançado no campeonato, todos eles apontados desde a chegada de Rúben Amorim.

A formação 'verde rubra' sentia dificuldades na defesa, mas permanecia com intenções atacantes, explorando a profundidade, como aconteceu ao minuto 24, em que Edgar Costa lançou Daizen, que assistiu Joel, embora o remate do camaronês fosse travado por Matheus.

A falta de eficácia do Marítimo, já comentada muitas vezes por José Gomes, continuava, mas era o Sporting de Braga quem estava mais perto do golo, tendo Ricardo Horta ameaçado por duas vezes antes do intervalo, aos 33 e 44 minutos.

Com uma segunda parte menos intensa, os visitantes continuavam a ser os mais perigosos, tendo Amir feito duas intervenções importantes no espaço de um minuto (57'), ao defender o remate de Paulinho e o cabeceamento de Trincão.

Se o Sp. Braga tinha sido eficaz na primeira oportunidade que dispôs na primeira parte, o Marítimo acabou por fazer o mesmo no segundo tempo, ao conseguir o empate aos 65 minutos, por Correa, que aproveitou uma defesa incompleta de Matheus a um remate de meia distância de Moreno para finalizar de cabeça.

O jogo foi prosseguindo de forma equilibrada e as ocasiões mais claras das duas equipas surgiram nos últimos 10 minutos, as primeiras na sequência de cruzamentos. Aos 80, Paulinho rematou ao lado, após passe de Trincão, e, aos 83, Erivaldo, assistido por Rúben Ferreira, enviou a bola por cima.

No quarto de sete minutos de compensação, os adeptos do Marítimo chegaram a celebrar um golo de Getterson, embora o lance fosse invalidado por fora de jogo.

O jogo prolongou-se por mais um minuto com a marcação de um canto, em que João Novais cruzou a bola para a cabeça de Paulinho, levando ao delírio jogadores, equipa técnica e adeptos, que festejaram mais uma vitória bracarense, a primeira para o campeonato nos Barreiros desde a época 2015-16.

O Sp. Braga continua assim sem perder no campeonato sob o comando do treinador Rúben Amorim e reforçou o terceiro lugar, com 43 pontos, enquanto o Marítimo é 14.º, com 24.

VEJA OS GOLOS

Mais Notícias