Rui Jorge promove 17 estreias na seleção de sub-21

O avançado Dany Mota, da Juventus, é uma estreia absoluta em todas as seleções nacionais.

Rui Jorge, selecionador português de sub-21, assumiu esta quinta-feira a ambição de começar a vencer na qualificação para o Europeu de 2021 da categoria, frente a Gibraltar e Bielorrússia, e de formar uma geração de sucesso.

"Estamos numa mudança de ciclo, em que poucos jogadores se mantêm e os que chegam devem procurar mostra a sua qualidade para ascender a patamares superiores. Vamos tentar o apuramento para a fase final do Europeu, sabemos da dificuldade, mas queremos mostrar a qualidade dos nossos jogadores para os valorizar e continuar a deixar uma boa imagem, como tem acontecidos nos últimos anos", disse Rui Jorge, que promoveu 17 novidades entre os 23 convocados, entre as quais se destaca o avançado Dany da Mota, da Juventus, que é chamado pela primeira vez a uma seleção nacional.

Sobre os jovens talentos que Portugal tem revelado, muitos deles depois de trabalharem com Rui Jorge, o treinador assumiu que atualmente tem muito mais matéria-prima disponível. "A realidade hoje é completamente diferente. A mudança nos quadros competitivos permite um crescimento dos jogadores de forma diferente. É inequívoca a maior oferta que temos de jogadores a atuar em patamares superiores", relevou o selecionador.

Portugal defronta Gibraltar, na quarta-feira, em Alverca, e Bielorrússia, no dia 10 de setembro, em Zhodino, nas duas primeiras partidas desta fase de apuramento e Rui Jorge admitiu que são dois adversários com menos qualidade do que a formação lusa. "São duas equipas de valor distinto: Gibraltar de um nível mais baixo do que Portugal, mas que respeitaremos, e a Bielorrússia uma formação mais equilibrada mas que não é tida como cabeça de série", resumiu o técnico, antevendo que a formação das 'quinas' "terá de medir forças com equipas bem mais fortes se quer subir a outros patamares".

A lista dos 23 convocados:

Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), João Virgínia (Reading), Luís Maximiano (Sporting);

Defesas: Diogo Leite (FC Porto), Diogo Queirós (Mouscron), Nuno Tavares (Benfica), Pedro Pereira (Bristol), Rúben Vinagre (Wolverhampton), Thierry Correia (Sporting), Tiago Djaló (Lille), Tomás Esteves (FC Porto);

Médios: Daniel Bragança (Estoril), Domingos Quina (Watford), Filipe Soares (Moreirense), Florentino Luís (Benfica), Miguel Luís (Sporting), Nuno Santos (Benfica), Romário Baró (FC Porto);

Avançados: Dany Mota (Juventus), Francisco Trincão (Sp. Braga), Jota (Benfica), Pedro Neto (Wolverhampton), Rafael Leão (AC Milan).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG