Rui Jorge: "Cometemos demasiados erros para estar numa fase final"

Selecionador dos sub-21 fala em "momento dececionante" e diz que a equipa "não conseguiu estar à altura do jogo".

Rui Jorge não conseguiu disfarçar a sua frustração após a derrota desta terça-feira com a Polónia, por 3-1, que deixou a seleção de sub-21 fora do Europeu da categoria e sem hipóteses de marcar presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. O selecionador falou de erros, de falta de agressividade, mas negou que Portugal tenha menosprezado o adversário.

"É um momento dececionante. Fomos penalizados e mais uma vez após o golo sofrido não tivemos discernimento para serenar. Depois o segundo golo da Polónia abateu mais a equipa e com o terceiro ficou tudo muito adverso. Ainda nos soltámos, mas não conseguimos estar à altura do jogo e saímos derrotados. Houve bastante falta de agressividade nos primeiros minutos e quando isso acontece com equipas de bom nível corremos riscos e sofremos", começou por referir o selecionador nacional.

Rui Jorge, porém, negou que os seus jogadores tenham menosprezado o adversário e entrado em campo com excesso de confiança dada a vitória por 1-0 alcançada no jogo da primeira-mão. "Não acredito que tenhamos entrado alheios à responsabilidade e importância do jogo. Faltou-nos agressividade e concentração. Não conseguimos demonstrar que éramos melhor", referiu, reconhecendo erros cometidos pela equipa: "Cometemos demasiados erros para estar numa fase final. Tenho alguma dificuldade em falar de uma geração dourada. Além disso, quando há uma geração dourada nossa também surgem nos outros países. Uma fase final de um Europeu de sub-21 é sempre um momento ótimo de crescimento individual para estes jogadores, uma experiência única, sendo certo que alguns destes, que poderão chegar a alto nível no futebol internacional, não terão outra oportunidade na carreira. Seja como for, só lá vão estar aqueles que conseguiram demonstrar que são mesmo bons, e nós não conseguimos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG