Bruno Tabata desafia a maldição da camisola 7

O extremo brasileiro de 23 anos chega do Portimonense. Assinou por cinco anos e fica com cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

O extremo brasileiro Bruno Tabata foi nesta terça-feira apresentado oficialmente como reforço do Sporting, que pagou cinco milhões de euros ao Portimonense, por 50% do passe. O jogador, internacional sub-23 pelo Brasil, assinou contrato por cinco temporadas, tendo ficado com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

"É o dia mais feliz da minha vida. Estou a realizar um dos meus principais sonhos, que era o de chegar a um gigante europeu", disse o novo número 7 dos leões aos órgãos de comunicação do clube. O novo reforço leonino mostra assim que não tem medo da maldição da camisola 7, que tem atingido quem a veste desde que Figo a deixou livre, em 1995. Já foram 13 os jogadores que a usaram sem sucesso em 25 anos. O último foi Rafael Camacho, que ainda aparece no site leonino como o dono do 7.

"A dimensão do Sporting é gigantesca, não só em Portugal mas também na Europa. É um salto muito grande na minha carreira. Saí de uma equipa que me deu tudo e que me abriu as portas na Europa para poder mostrar o meu valor num grande europeu. Espero estar preparado", frisou.

Em Alvalade, Bruno Tabata, de 23 anos, vai reencontrar Wendel, com quem joga habitualmente na seleção olímpica brasileira. "Wendel é um amigo. Sempre que nos encontrámos na seleção ficamos no mesmo quarto. Vai ajudar-me muito na adaptação e acredito que será uma mais-valia para mim aqui no clube", assumiu, revelando que "está preparado" para jogar nas funções que o treinador Rúben Amorim quiser. "Espero é, juntamente com os meus companheiros de equipa, dar muitas alegrias", finalizou.

Bruno Tabata foi formado no Atlético Mineiro, tendo em 2015 sido contratado pelo Portimonense, clube pelo qual fez 119 jogos e marcou nove golos.

Mais Notícias