Jorge Jesus: "Queremos chegar à final da Liga Europa, em Gdansk"

O treinador do Benfica assume a vontade de começar com uma vitória com o Lech Poznan, para dar um primeiro passo para ultrapassar a fase de grupos.

Jorge Jesus, treinador do Benfica, assumiu a vontade chegar à final da Liga Europa, que se vai realizar na Polónia, precisamente no país onde inicia esta quinta-feira a participação nesta competição frente ao Lech Poznan, às 17.55 horas.

"Queremos chegar ao fim nesta Liga Europa, o que quer dizer que queremos ir à final em Gdansk, mas antes temos de ir passo a passo, começar bem, com uma vitória que nos ajude a passar a fase de grupos", assumiu o treinador benfiquista, admitindo que nesta primeira partida "o Benfica será uma motivação extra" para o Lech Poznan, "pela sua história e pelo passado nesta competição, onde chegou a duas finais recentemente".

O técnico polaco atribuiu favoritismo ao Benfica na partida desta quinta-feira, uma responsabilidade que Jorge Jesus disse aceitar. "Tenho de reconhecer esse favoritismo, é sinal da valorização da equipa, mas isso não quer dizer que em campo teremos mais capacidade que o adversário. Em campo temos de demonstrar que somos melhores e favoritos", advertiu.

Jesus garantiu que os encarnados vão "assumir sempre o jogo", pelo que irá tentar que isso aconteça em Poznan. "Podemos é não conseguir porque o adversário não deixa, mas a nossa ideia é essa. Estudámos bem o nosso adversário e tem bons jogadores, além de Pedro Tiba, que conheço muito bem e é um dos melhores da equipa", disse, acrescentando que o Benfica vai "entrar que o médio português "não tenha tanta influência no jogo". O técnico encarnado advertiu que, "em alguns momentos, o Lech irá dar alguns problemas" à sua equipa, mas assumiu que o objetivo primordial é regressar a Lisboa "com a vitória".

Dariusz Zuraw, treinador do Lech Poznan, garantiu que a sua equipa não terá medo do Benfica, algo que Jorge Jesus admitiu ser "normal". "Nenhuma equipa mete medo e nós vamos esgrimir argumentos com um adversário com uma ideia de jogo muito interessante, que não vai mudar a sua ideia, o que mostra bem o caráter do seu treinador", frisou.

Questionado sobre a lesão de André Almeida, que irá ficar afastado da equipa durante muitos meses, Jesus revelou que Gilberto será o seu substituto neste jogo em Poznan e fez questão de explicar o que representa esta baixa: "O André Almeida não é só um jogador com muitos anos de Benfica e um dos capitães. Tem características especiais, pois pode não ser um virtuoso, mas tem muita qualidade tática. Não é por acaso que está no Benfica há tantos anos, como tal é uma perda significativa, até porque ele é hoje mais jogador do que quando começou comigo."

Jorge Jesus adiantou ainda que "as alterações que possa fazer no onze inicial nada terão a ver com o ciclo de jogos" consecutivos que a sua equipa terá nas próximas semanas. "Ainda não entramos nesse processo de fadiga acumulada", justificou.

Mais Notícias