Infetados vão ser de novo testados. Jogo do Sporting com Gil Vicente continua em risco

Reunião da Liga Portugal com o secretário de Estado da Saúde, esta segunda-feira, serviu para rever protocolos sanitários. Jogos sem público até "pelo menos outubro".

O surgimento de vários casos de covid-19 em plantéis da I Liga, nomeadamente no Sporting (9), Gil Vicente (15), Vit. Guimarães (1) e Benfica (1) nos últimos dias não vai impedir o início do campeonato. Pelo menos para já.

Apesar da garantia do secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, à saída da reunião com a Liga Portugal e que contou com a presença do secretário de Estado do Desporto e Juventude, o pontapé de saída do campeonato pode estar e causa para algumas equipa. Segundo Pedro Proença, os jogadores que testaram positivo vão ser novamente testados na terça-feira e só depois serão tomadas decisões, nomeadamente quanto ao jogo do Sporting com o Gil Vicente, marcado para sábado (18.30), que tem grande probabilidade de ser adiado, uma vez que os gilistas têm 15 infetados e os leões nove.

"Amanhã todos os jogadores com resultados positivos serão testados. Se os plantéis estiverem aptos, partirão para jogo. Testados os jogadores e dando negativo, teremos o jogo do Sporting. Se terão de ficar em quarentena? O quadro de quarentena está a ser reavaliado pela DGS, portanto vamos receber instruções sobre isso. A Liga NOS começa na próxima sexta. Discutimos o código de conduta nas equipas profissionais. Há um princípio de bolha que tem de existir para nos salvaguardar do processo de contágio", vincou Proença aos jornalistas, à saída da reunião.

Certa é também a ausência de público nas bancadas, "pelo menos até outubro": "Foi uma reunião construtiva, houve um conjunto de protocolos cujas dúvidas tiveram de ser sanadas. Era importante clarificar o quadro normativo. A Liga sai satisfeita. Temos já uma próxima reunião para 2 de outubro para reavaliar o quadro epidemiológico. Apresentámos o teste piloto de integração de público e esperamos que haja sensibilidades das entidades públicas e haja procedimentos equitativos. Na reunião de dia 2 será feita uma reavaliação e até lá não haverá público. Esperamos que o quadro epidemiológico não crie problemas..."

Minutos antes, quando confrontado com essa questão o secretário de Estado do Desporto e da Juventude já dava a entender que ainda não era desta que os adeptos regressariam aos estádios. "Público nos estádios? Essa parte já tem vindo a ser trabalhada, estamos a trabalhar com as autoridades de Saúde e com os organizadores, é prematuro estarmos a falar sobre essa matéria nesta altura", atirou João Paulo Rebelo.

O governante vincou ainda a ideia de iniciar a I Liga 2020-21 com condições de segurança:"Refletir sobre que forma podemos garantir entre as autoridades e os organizadores que o bom exemplo do término do campeonato na I Liga na época passada se possa repetir nas ligas profissionais. Admito que as conclusões [da reunião] não sejam todas transmitidas hoje. Os organizadores estão disponíveis, as autoridades de saúde também estão. Acredito que chegaremos a bom termo."

O campeonato 202-21 começa no dia 18 (sexta-feira) com o Famalicão-Benfica, marcado para as 19.00.

Mais Notícias