Harry Kane defende anulação da época se o campeonato inglês não terminar até junho

Premier League está parada desde o dia 13 de março. Jogador do Tottenham de Mourinho tem estado a recuperar de lesão.

Para Harry Kane, do Tottenham, o melhor é anular a temporada desportiva, caso a Premier League não possa ser concluída até ao final de junho, devido à pandemia da covid-19. "Acho que devemos tentar terminar a época. Mas deve haver um momento em que possamos dizer 'chega'", afirmou o avançado de 26 anos, durante uma conversa em direto no seu Instagram com a antiga estrela do Liverpool Jamie Redknapp.

O capitão da seleção inglesa disse que acha que a liga inglesa vai fazer todos os possíveis para conseguir terminar a temporada e que sabe que o organismo que rege o principal escalão do futebol inglês está a estudar todas as opções disponíveis. Mas, segundo Kane, jogar em julho ou agosto e adiar a próxima época não é "muito vantajoso", ainda que o jogador ressalve que não sabe muito sobre as negociações em curso e sobre os aspetos financeiros desta situação.

"Para mim, o limite é provavelmente o final de junho. Se a temporada não terminar no final de junho, temos de analisar as possibilidades e aguardar pela nova época", disse o ponta-de-lança do Tottenham de Mourinho, equipa que está no oitavo lugar do campeonato inglês com 41 pontos em 29 jogos, menos 41 pontos que o líder destacado Liverpool.

Kane admitiu ainda que "ama os spurs", mas é "muito ambicioso" e pode vir a deixar o Tottenham.

Por causa da pandemia da covid-19, a Liga inglesa está atualmente suspensa até, pelo menos, 30 de abril, mas um novo adiamento do retomar da competição pode vir a ser em breve anunciado, de acordo com a agência noticiosa francesa AFP. Contudo, o adiamento da realização do Campeonato da Europa de 2020, por um ano, abriu uma janela de oportunidade para a finalização dos campeonatos nacionais e das competições europeias de futebol durante o verão.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 667 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 31.000. Dos casos de infeção, pelo menos 134.700 são considerados curados. No Reino Unido, até este domingo, registaram-se 1228 mortes devido à covid-19, entre 19 522 casos positivos.

Mais Notícias