Conceição: "Equipa muda porque eu quero"

Treinador do FC Porto destacou relevância de quem entra e dá troco a analistas que questionaram utilidade de Pepe. Jorge Andrade diz que Vitória foi limitado pela expulsão

"O Manafá teve o seu tempo de se ambientar, quer aos processos com bola, quer aos sem bola. É um jovem com muita qualidade e depois cabe-me a mim pô-lo a jogar", disse sobre a alteração na equipa - entrou o lateral ex-Portimonense, saiu Pepe e Militão regressou ao centro da defesa, uma combinação que analistas apontaram como podendo ser benéfica para o FC Porto.

"Não é por meia dúzia de comentadores acharem que as coisas devem mudar que mudam [saída de Pepe da equipa]. Equipa muda porque eu quero. Ponto", atalhou. "O grupo é muito importante. Somos a equipa em que os jogadores que entram fazem a diferença com golos e assistências. O segredo está aí. Muita gente tem muita disponibilidade e mobilidade", sinalizou.

E o regresso aos triunfos, após três jogos sem sucesso (dois empates na I Liga e uma derrota em Roma para a Champions)? "Estes jogos são sempre muito complicados. Com a nova equipa técnica, vieram aqui de forma diferente, tentando bloquear o nosso defesa esquerdo e os cruzamentos que costuma fazer", analisou.

Depois, explicou a postura pós-1-0: "Podia acontecer algo que não queríamos e procurámos sempre o segundo golo. Tivemos quatro ou cinco oportunidades na segunda parte. E até podíamos fazer o 3-0. Fomos muito equilibrados na defesa".

Jorge Andrade: "Fomos limitados"

Jorge Andrade, treinador adjunto do V. Setúbal, reclamou da arbitragem, que considera ter limitado a sua equipa. "Fomos condicionados pela expulsão", disse o adjunto de Sandro. "Com dez é muito difícil. Éber divide o lance, cai e tem de ser expulso? As faltas eram constantemente marcadas e fomos muito limitados", insistiu.

"Mesmo com dez quase fazíamos golo na segunda parte, quando o Semedo desviou [para Cádiz tocar fraco rente ao poste]", sublinhou o antigo jogador do FC Porto.

E concluiu: "Surpreendemos o FC Porto com jogadores rápidos na transição. Quebrámos um ciclo em que estávamos a pontuar, mas acredito que vamos começar outro ciclo melhor".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG