Triunfo na Madeira é insuficiente para Estoril Praia seguir na Taça da Liga

O Estoril Praia venceu o Marítimo, por 1-0, no Funchal, mas não chegou para se qualificar para a 'final four' da Taça da Liga portuguesa de futebol.

Em jogo da terceira e última jornada do grupo D, os 'canarinhos', que conseguiram o triunfo graças ao golo de Sandro Lima, aos 16 minutos, de grande penalidade, terminaram com os mesmos seis pontos que Sporting e Feirense, mas perderam na diferença de golos para os 'leões' (4-3 para 8-4), o primeiro critério de desempate.

O Marítimo, que não pontuou, já não tinha hipótese de lutar pelo primeiro lugar, por isso, Petit apostou em vários jovens jogadores da equipa B e dos sub-23, com destaque para os titulares Matthew, Mamadou e Pelágio. Destaque ainda para EDgar Costa, que é agora o novo 'capitão' dos insulares, após a saída de Danny.

O marcador foi inaugurado logo aos 16 minutos, numa grande penalidade a castigar a interceção de Fábio China com o braço ao cruzamento de Aylton Boa Morte e convertida por Sandro Lima.

A formação de Luís Freire continuou a ameaçar o inseguro Marítimo, valendo o guardião luso-canadiano Matthew, a travar os remates de Sandro Lima (27 minutos) e Rafael Furlan (38).

O segundo tempo mostrou um Marítimo mais combativo, embora a pontaria tenha ficado a desejar, tendo chegado a acertar no poste, por intermédio de Mamadou, à passagem do minuto 81, na sequência de um canto de Rúben Ferreira.

Jogo realizado no Estádio do Marítimo, no Funchal.

Marítimo - Estoril Praia, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcador:

0-1, Sandro Lima, 16 minutos (grande penalidade).

Equipas:

- Marítimo: Matthew, Nanu, Marcão (Rudy, 84), Aloísio Soares, Fábio China (Rúben Ferreira, 62), Mamadou, Jean Cléber, Pelágio, Edgar Costa, Barrera (Ricardo Valente, 46) e Joel.

(Suplentes: Charles, Rúben Ferreira, Aloísio Genézio, Gamboa, Ricardo Valente, Rudy e Rodrigo Pinho).

Treinador: Petit.

- Estoril Praia: Igor, Pedro Queirós, Diakhité, João Pedro, Rafael Furlan (João Góis, 71), Filipe Soares, João Patrão, Aylton Boa Morte (Gonçalo Santos, 76), Matheus, Sandro Lima (Roberto, 63) e Dadashov.

(Suplentes: César Augusto, João Gomes, João Góis, Gonçalo Santos, Wallyson, Roberto e Kléber).

Treinador: Luís Freire.

Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jean Cléber (07), Igor (73), Matheus (75), Diakhité (83) e Ricardo Valente (83).

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG