Bateu recorde em ultramaratona de quatro dias e ainda parou para tirar leite

Jasmin Paris, mãe de uma criança de 14 meses, venceu a Montane Spine Race, uma das mais difíceis do mundo, correndo 430 quilómetros em terrenos acidentados e a subir 13 mil metros. Dormiu três horas e tirou leite quatro vezes.

Jasmin Paris, veterinária de 35 anos e mãe de uma bebé de 14 meses, bateu em 12 horas o recorde da Montane Spine Race, uma ultramaratona de cerca de 430 quilómetros que começou no domingo e terminou na quarta-feira.

A Montane Spine Race, que a mulher de Midlothian, Escócia, venceu nesta edição, vai de Derbyshire até à fronteira escocesa. Paris completou-a em 83 horas, 12 minutos e 23 segundos, dormindo apenas três horas. Descreveu-a à BBC da seguinte forma: "Brutal."

Para preparar-se para a corrida, Jasmin Paris estava a correr cerca de 160 quilómetros por semana. A prova, feita em terreno acidentado, inclui subir mais de 13 mil metros, mais do que quem sobe o Evereste. Os participantes passam dois terços da corrida no escuro. Não têm equipa de apoio pessoal ou alguém que os acompanhe durante a prova e levam os seus próprios mantimentos.

Mesmo tendo deixado leite congelado em casa para a sua filha, Jasmin Paris tirou leite durante a corrida para evitar uma mastite. "Apesar de a minha produção de leite ter diminuído durante a corrida, tirei [leite] em quatro dos cinco checkpoints", afirmou à BBC.

O vencedor de 2013, Eugeni Rosello Sole, teve de acionar o botão de emergência a seis quilómetros do fim, depois de não se ter sentido bem por privação de sono.

Mais Notícias