Afinal alguém foi preso. Um detido e quatro identificados pelos incidentes do Académica-Benfica

Jogo entre águias e estudantes esteve interrompido devido a desacato entre adeptos.

"Antes de falar do jogo, quero falar do minuto 30. Isto tem de acabar! Houve um adepto que foi para o hospital e ninguém foi preso. A gente tem de começar a prender esta malta, esteja ela vestida de preto, de vermelho, de azul ou de verde", afirmou Bruno Lage, indignado com as cenas de violência que forçaram à interrupção do jogo entre a Académica e o Benfica no sábado à noite.

Mas afinal alguém foi preso. Segundo disse à agência Lusa a PSP, um homem foi detido e quatro outras pessoas foram identificadas após os incidentes nas bancadas do Estádio Cidade de Coimbra Devido aos incidentes entre adeptos das duas equipas que obrigou à interrupção do jogo particular ao minuto 30, a PSP foi obrigada a intervir.

Um dos adeptos necessitou de assistência hospitalar devido a uma queda, depois de ter sido assistido na pista de atletismo do Estádio Cidade de Coimbra. Está internado e sob observação, devido à fratura de uma vértebra da coluna.

Segundo a PSP, os desacatos começaram quando elementos da claque da Académica de Coimbra invadiram setor que estava reservado aos adeptos do Benfica. Levando alguns adeptos chegaram a entrar na pista de atletismo para fugir aos desacatos.

Em campo, o Benfica ganhou à Académica por 8-0.

Mais Notícias