Três golos em seis minutos valem reviravolta épica e o título para o Manchester City

Drama a rodos na última jornada da Premier League

O Manchester City sagrou-se campeão inglês de futebol, revalidando o título conquistado a época passada, depois de vencer por 3-2 na receção ao Aston Villa, na 38.ª e última jornada.

A equipa dos portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva dependia apenas de si para conquistar o título, mas aos 76 minutos da partida decisiva do campeonato estava a perder por 0-2, diante dos seus adeptos.

O conjunto de Pep Guardiola só deu a volta ao resultado já dentro dos últimos 15 minutos, com três golos de rajada em seis minutos, com o Gundogan, que entrou para o lugar do português Bernardo Silva, a revelar-se decisivo. O médio marcou aos 76' e aos 81', com o espanhol Rodri também a contribuir para a reviravolta pelo meio, aos 78'.

Assim, de nada valeu o triunfo do Liverpool na receção ao Wolverhampton, por 3-1, com os reds também a terem de sofrer para bater a equipa do português Bruno Lage. Pedro Neto abriu o marcador para os Wolves, aos 3 minutos, com Mane a fazer o empate para o Liverpool aos 24'. No enanto, só nos últimos minutos da partida, depois do City consumar a reviravolta no seu jogo, é que a equipa de Jurgen Klopp conseguiu também chegar à vitória, com golos de Salah (84') e Robertson (89').

O Manchester City conquistou, assim, o oitavo título do seu historial, com quatro dos cetros a serem conseguidos nas últimas cinco épocas, com exceção para 2019/20, que foi para o Liverpool. Para o City, o título inglês salva uma época em que o objetivo Champions voltou a ser falhado. O Liverpool ainda tem a final da Liga dos Campeões, frente ao Real Madrid, para disputar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG