Taarabt suspenso por 23 dias e dois jogos por incidentes na final da Taça de Portugal

O médio internacional marroquino foi expulso nos últimos minutos da final da edição de 2020/21 da Taça de Portugal, que o Sporting de Braga venceu por 2-0, em 23 de maio último. Benfica "estranha 'timing' e dimensão" do castigo e pondera recorrer.

O futebolista do Benfica Adel Taarabt foi suspenso por 23 dias, devido aos incidentes após a final da Taça de Portugal, e dois jogos, pela expulsão nesse encontro, confirmou hoje à Lusa fonte ligada ao processo. O Benfica "estranha 'timing' e dimensão" do castigo e pondera recorrer.

O médio internacional marroquino foi expulso nos últimos minutos da final da edição de 2020/21 da Taça de Portugal, que o Sporting de Braga venceu por 2-0, em 23 de maio último, tendo sido punido com dois jogos de suspensão.

Antes, Taarabt, que tem sido opção regular para o 'onze' do treinador Jorge Jesus, vai cumprir 23 dias de suspensão, a contar a partir de hoje, explicou à Lusa a mesma fonte, acrescentando que o Benfica foi notificado da decisão do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na sexta-feira.

Desta forma, o marroquino vai estar suspenso até 19 de setembro, falhando, pelo menos, três jogos dos 'encarnados', frente a Tondela, no domingo, Santa Clara e Boavista, cumprindo, depois, os dois encontros de suspensão diante de Vitória de Guimarães e Portimonense, todos para a I Liga.

Taarabt foi expulso com cartão vermelho direto na final da Taça de Portugal, juntamente com o bracarense Lucas Piazón, que foi suspenso por um jogo, por "pontapear o braço" do médio marroquino, que estava a tentar agarra a bola com as mãos.

Em 28 de maio, o CD da FPF anunciou a instauração de processos disciplinares ao médio do Benfica Taarabt e ao treinador de guarda-redes do Sporting de Braga Eduardo, devido ao desentendimento entre ambos na final da Taça de Portugal.

O Sporting de Braga venceu a partida por 2-0, erguendo a terceira Taça do seu historial, com golos de Piazón e Ricardo Horta.

Benfica "estranha 'timing' e dimensão" do castigo

O Benfica disse hoje estranhar "o 'timing' e a dimensão do castigo imposto" ao médio marroquino Adel Taarabt, de 23 dias e dois jogos, por parte do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), ponderando recorrer.

Os 'encarnados' admitem "estranhar" quer o momento, dado que a suspensão "diz respeito a um lance ocorrido (...) há mais de três meses".

"Cumpre igualmente esclarecer que o Benfica foi notificado ontem, dia 27 de agosto, deste mesmo castigo, pelo que o jogador já se encontra a cumprir sanção. O Benfica pondera recorrer desta decisão, nos termos que a lei lhe permite", pode ler-se no comunicado das 'águias'.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG